Tudo aquilo que eu nunca falei sobre a dublagem de Sailor Moon no Brasil


Sailor Moon Crystal - fig8

Quem me conhece sabe que eu sou fã roxo de Pretty Guardian Sailor Moon. Eu vi o anime a primeira vez na Rede Manchete, na década de 90, com dublagem do saudoso estúdio Gota Mágica. Nos papéis principais de Sailor Moon, Mercury, Mars, Jupiter e Venus: Marli Bortoletto, Gilmara Sanches, Cristina Rodrigues, Isabel de Sá e Eleonora Prado. Primeiro ponto, quero deixar claro que o trabalho de dublagem no anime não foi perfeito. Com erros nas adaptações como por exemplo: Poder de Mercúrio em Ação ou mesmo no casting já que o personagem Mamoru e seu alter ego Tuxedo Kamen foram dublados por diferentes atores nos primeiros episódios. Porém é minha dublagem favorita até hoje.

Meu coração se encheu de alegria quando eu descobri que as demais temporadas de Sailor Moon seriam exibidas pelo Cartoon Network, mas eu não tinha visto as chamadas. Apenas descobri o dia e hora em que iria iniciar a exibição de Sailor Moon R e me sentei em frente a televisão. Eu sei que tá todo mundo cansado de saber desta história, mas eu nunca falei sobre este assunto no meu blog. Fui muito criticado por uns e outros pelo fervor da minha paixão por Sailor Moon. Certa vez ouvi um comentário: arranje uma vida, tenho outras prioridades. E olha que foi um comentário vindo de uma pessoa que se propõe a defender o interesse dos fãs do anime no Brasil. Enfim.

Meu choque com a dublagem foi de cara com a abertura. A linda adaptação feita pelo Gota Mágica na voz da Sarah Regina não estava lá. No lugar, uma tradução chulé da versão em espanhol. Aqui que está o ponto delicado deste assunto, muita gente fala: Ah mas muitos estúdios apenas seguem as falas adaptadas pelo estúdio mexicano. Discordo. Cavaleiros do Zodíaco também foi dublado pelo Gota Mágica e a redublagem feita pelo Álamo e Dubrasil está muito boa. Todo o trabalho de pesquisa e adaptação foi feito e eles se esforçaram muito para agradar aos fãs.

“Ah, mas naquela época não existia internet” Mentira. A internet no Brasil chegou as nossas casas em 1994. Na mesma época que Sailor Moon era exibido na Manchete. E um estúdio de dublagem como o BKS falar que a internet não existia ou que o licenciador pediu uma coisa toda nova. Inaceitável. Sem dizer que todo mundo estava cansado de saber quem era Marli Bortoletto. A atriz é a voz da Mônica desde que o mundo é mundo. A voz dela é inconfundível. Não tem como assistir a Sailor Moon e não saber de quem a voz é.

O elenco no BKS paras cinco sailors iniciais foi: Daniela Piquet, Melissa Garcia, Denise Reis, Fernanda Bullara e Priscila Concepción. Não tenho nada contra o trabalho das outras atrizes, inclusive acho que depois que elas perceberam a reação negativa em relação a mudança de elenco e problemas nas adaptações das frases mágicas e nomes dos personagens, se esforçaram para melhorar e satisfazer aos fãs. Porém a atriz responsável pela protagonista não mostrava o mesmo entusiasmo.

Então passou Sailor Moon R e vieram as críticas, o BKS ficou sabendo do que os fãs não gostavam. Aí se para e pensa, bom, o elenco já trocamos, fica chato voltar atrás. Então vamos caprichar na adaptação. Vamos pesquisar o que foi feito antes e aproximar o trabalho disso. Certo? Errado! O trabalho de adaptação no BKS foi ruim do começo ao fim. Quatro temporadas com frases erradas e que não tinham nada a ver com a primeira temporada. Ah mas o Gota Mágica também seguiu o que estava na versão em espanhol.Tá certo, mas o trabalho tinha 80% de coerência.

O estúdio BKS nunca assumiu como errou e continuou errando sem pena dos fãs de Sailor Moon.  Aí teve dublador de pessoas bochechudas falando que o fã não tem que dar opinião no trabalho do estúdio. Nós somos o público, nós assistimos o trabalho de vocês e nós compramos os produtos licenciados. Não só temos direito de opinar como se um dia eu ganhasse na Mega Sena de Ano Novo e me fosse possível, eu compraria o direito de exibição do anime, contrataria um bom estúdio e mandaria dublar tudo de novo com um elenco o mais fiel possível ao do estúdio Gota e com um trabalho de adaptação que cuidaria como um filho saído das minhas entranhas.

E dane-se quem acha que eu tenho que caçar outra coisa para fazer que gostar de Sailor Moon. O blog é meu e eu falo o que eu quero. Recentemente, ficamos sabendo que o filme de Sailor Moon R foi dublado e o elenco que nos informaram foi Marli Bortoletto, Melissa Garcia, Cristina Rodrigues, Isabel de Sá e Priscila Concepción. Um elenco que combina três dubladoras do Gota e duas do BKS. Só que ninguém sabe que fim levou essa dublagem. Eu estava esperançoso que aparecesse no Netflix, mas o serviço é tão tapado que não percebe o amor que o fã brasileiro tem por Sailor Moon e não vai atrás de colocar isso no catálogo.

E por falar em colocar no catálogo. Sailor Moon Crystal, o novo anime, uma adaptação mais fiel do mangá de Naoko Takeuchi, já foi dublado em Portugal, França e Estados Unidos e nada de alguém falar da versão brasileira. Minhas desculpas aos fãs, mas não só de Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball se vive nesse país. E sinceramente, acho que o Netflix é o único serviço de streaming que pode trazer Sailor Moon Crystal com a dublagem que queremos e por isso eu coloquei o nome do mesmo nas tags. Acorda Netflix, estamos esperando por você!! Porque não é do perfil do Crunchyroll colocar animes dublados. São todos com áudio japonês e legenda.

Ah, não sabemos como adaptar. Perguntem ao SOS Sailor Moon, eles tem o trabalho de adaptação pronto esperando vocês pedirem. Eu mesmo fiz um PDF bem diagramado e ilustrado de como a adaptação teria que ser e mandei para o Netflix para ver se eles resolvem agir. E não façam graça de deixar as frases em inglês igual Portugal e falar que foi a Toei que pediu porque a França adaptou tudo. O Netflix só mandou uma resposta dizendo que iam analisar. Analisem os mais de 30 reais que os outros usuários e eu pagamos por mês por quatro telas ao mesmo tempo. Põe Sailor Moon logo aí caramba, quem que tá disputando o direito com vocês, a Claro Vídeo? Sinceramente…

Bem, é isso que tenho a dizer. Até me prolonguei demais no assunto, mas o desabafo é necessário, porque o descaso com o fã de Sailor Moon no Brasil é inexplicável e inaceitável. E não vem dizer que o anime não tem o perfil do brasileiro, porque tem fã que gosta de meninas peladinhas voando em meio a fitas coloridas, tem fãs que gostam da mensagem de amizade eterna que o anime passa, tem fã que gosta das cenas de ação, tem fã que gosta das luzes coloridas, do design dos objetos e por aí vai. Um grande abraço e até a próxima 😉

Advertisements

Dona Edinair: a personificação das mentiras que o brasileiro conta

pega-na-mentira

Esta é Dona Edinair. Dona Edinair mentiu o próprio nome em uma reportagem televisiva. Dona Edinair disse que foi a Assembléia Legislativa para participar de uma homenagem a um médico. Dona Edinair quando confrontada com o fato de que é funcionária da Assembléia e que é uma funcionária fantasma, mentiu novamente e disse que nunca fez isso e depois correu. Correu de um tanto que não é nem compatível com a idade que aparenta ter. Vai ver ela mente sobre isso também. Porque começa assim né? As velhinhas brincando de mentir a idade, dali a pouco diz que ganhou uma bolsa de presente e na verdade roubou da loja, saiu correndo. Dona Edinair é a personificação das mentiras que o brasileiro conta.

Dona Edinair agora vai sair na rua com o cabelo preso e um óculos escuro, porque vai ser muito fácil apontar o dedo para cara dela e dizer: mentirosa, ladra, bandida, imprestável e todos os outros adjetivos que se aplicam ao dejeto de gente que essa mulher é. Dona Edinair deve ser amiga da presidente Dilma, precisa passar por impeachment também. No caso de Dona Edinair uma exoneração que é o que ela merece por ocupar uma posição que poderia ser do trabalhador honesto que quer dar o sangue e receber o suado dinheiro todo mês. Com dignidade, com honra, mas não. Dona Edinair passeia pelo parque, paga com o meu, o seu dinheiro. #olhonolance