SETEMBRO AMARELO

setembroamarelo

Ter depressão não é bonito. Dormir mais de 12 horas por dia não é confortável. Não ter capacidade para fazer aquilo que você mais gosta não é legal. Sentir-se incapaz. Olhar-se no espelho e não se reconhecer é terrível. Ter maus pensamentos e simplesmente desejar não mais viver. Sofrer com a distância de pessoas que não quiseram parar um instante em sua vida, porque a sua estava parada. Viver trancado dentro de si e viver em meio a sombras. Cansar de viver e passar apenas a existir. Depressão é coisa séria, não é frescura.

Eis que verifico o feed do meu Face e me deparo com essa mensagem deixada por um amigo. Esse é uma tema que me toca fundo, pois todas as pessoas convivem com depressão em diferentes níveis todos os dias. Infelizmente, muitas pessoas tem vergonha de admitir e dizer ‘estou deprimido’ com medo de ser taxado como louco. Eu não.

Infelizmente, mais de um dos meus colegas de escola se mataram. Alguns se mataram muito novos. Quem vai imaginar que um aluno de sexta série vai arranjar uma arma e dar um tiro na boca? Aconteceu. As razões? Rejeição familiar, bullying na escola, dificuldades para socializar, cada um tem a sua.

Quando acontece a gente sempre tem aquela sensação ‘não cheguei a tempo’. Talvez se eu tivesse falado com aquela pessoa naquele momento, isso não teria acontecido. É triste, mas não é sempre que se reconhece os sinais de um suicida em potencial. As vezes a pessoa é um sucesso profissional, admirado pelos colegas de trabalho, pela família, mas por dentro está em pedaços.

É importante ser atencioso com todas as pessoas porque não saberemos o momento exato, mas um desses momentos pode ser o que resgata o próximo do fundo do poço. No meu entendimento, é por isso que o lema ‘Falar é a melhor solução’. Não guarde suas tristezas, converse com alguém próximo, um amigo ou alguém da família, aceite-se e não tenha medo de confessar que não está bem. E ouça. Empreste o ouvido a quem precisa desabafar.

Quando se está mal é fácil esquecer de que existem coisas boas na vida. Não se esqueça, acredite! Existe quem te ama e você é importante! Todas as pessoas tem uma estrela no coração e não podemos deixar os males da sociedade apagar este brilho. E agora vou citar uma de minhas heroínas favoritas: Sabe de uma coisa? Eu gosto muito deste mundo. Gosto de viver aqui com meus amigos, e isso eu não quero perder, nem as outras pessoas, nem você.

Mais detalhes da campanha no site: http://www.setembroamarelo.org.br/

 

Grandes Paixões : Música Pop

Música pop! Eu sempre fui pop. Fã da Madonna do Michael Jackson, Cindy Lauper, até do New Kids on the Block tinham músicas que eu curtia ouvir (risos). As pessoas achavam que eu falava inglês desde cedo porque eu cantava Material Girl direitinho, mas eu só imitava o som. O dia que eu aprendi inglês de verdade e ouvi a música e entendi tudo o que dizia, que felicidade!!

Conforme as décadas passaram fui agregando cantores e cantoras ao que hoje chamamos de playlist. Shakira, Enrique Iglesias, Rick Martin. Meu crush durante muito tempo foi a pop princess Britney Spears. Os últimos dois álbuns dela não me atraíram. Acho que existe mesmo aquela história de Britney Clássica, Madonna Clássica. Agora mesmo estou ouvindo I’m Like a Bird da Nelly Furtado para inspirar esse post.

Tive uma fase gótica. Escutava Evanescence e Nightwish, assistia A Rainha dos Condenados, mas o dia que eu vi a rainha Maddie cantando com a Britney e a Aguilera, tirei todo o preto, vesti logo um amarelo e voltei a ser o mesmo Gustavo Pop de sempre.

Alguma das minhas preferências pop são compartilhadas por poucos. Gosto muito da cantora mexicana Belinda. Da França eu curto Alizee e Emilie Simon. Não posso esquecer das russas da T.A.T.U. E da Noruega, a dupla M2M que estourou cantando o sucesso Don’t Say You Love Me no primeiro filme de um certo anime sobre monstrinhos que agora tá todo mundo por aí caçando.

Para fechar, o vídeo de abertura deste post é o Pop Danthology do Daniel Kim. Confiram tudo que tem no canal dele, pois são compilações muito bacanas das melhores músicas pop de 2012 para cá. Beijos e abraços!! 😀