Como agradar um fã de dublagem: Glitter Force Doki Doki

Resultado de imagem para glitter force doki doki

Quem lê o meu blog sabe da minha predileção por animes e leu meu outro post ‘Como arruinar o dia de um fã de dublagem‘; no qual eu falo sobre a dublagem da versão americana da série Smile Precure que teve a dublagem em português feita em um estúdio fora do país e que tornou o anime impossível de assistir pela qualidade zero da adaptação, escolha de vozes, etc.

Devemos notar que essa temporada foi uma adaptação feita em parceria com a Saban, que apesar do sucesso com Power Rangers, produção na qual várias escolhas erradas foram enfiadas goela abaixo dos fãs de Super Sentai; repetiu seus erros na adaptação de Smile Precure que virou Glitter Force (Força Cintilante no Brasil).

Não só sou fã de anime como me tornei fã de Pretty Cure que é uma franquia que explora o filão das garotas mágicas, já com várias temporadas. Este ano começamos a ouvir sobre a nova temporada e sobre o fato de agora ser uma negociação direta entre Toei e Netflix e eles anunciaram a atual temporada que é Glitter Force Doki Doki (Doki Doki Precure no original).

A novidade para esta temporada foi que o Netflix, em resposta as críticas feitas sobre sua produções com dublagem pirata, mandou dublar Doki Doki no estúdio carioca BlueBird que é o estúdio que faz a dublagem de nada mais nada menos que o jogo League of Legends e tem em seu portfolio alguns títulos de séries bem interessantes e com lançamento recente como The Orville (paródia de Jornada nas Estrelas) e as novas temporadas de Arquivo X (impressionante).

Segue o elenco da dublagem de Glitter Force Doki Doki:

  • Flavia Saddy (Glitter Coração)
  • Mariana Torres (Glitter Trevo)
  • Hannah Buttel (Glitter Espada)
  • Rita Ávila (Glitter Diamante)

O vilão Bel é interpretado pelo ator Marcelo Torreão (Eric Meyers / Ranger Quantum em Power Rangers: Força do Tempo), que também é o diretor de dublagem da série.

O trabalho de dublagem me agradou bastante. A interpretação das protagonistas está bacana. Existe um erro de adaptação na dublagem da fada Kippy. No original ela é fêmea, inclusive seu visual é feminino sendo cor de rosa, mas na dublagem ela possui uma voz masculina.

Então se a dublagem de Glitter Force Smile me chateou, a de Doki Doki foi uma surpresa agradável. Espero que o Netflix considere para as adaptações das próximas temporadas manter a trilha sonora original.

Bem amigos, espero que tenham gostado desta crítica que fiz sobre Glitter Force. Beijos e abraços e até a próxima! 😀

 

 

Advertisements